16.3.12

'os americanos' outra vez malucos...

Mais uma 'maldade' feita por um soldado 'americano' no Oriente islâmico. É mais ou menos assim que os acontecimentos são apresentados, incentivando a manipulação ideológica anti-'americana'. 

Claro que essa manipulação é normal, politicamente, no contexto que se vive por exemplo no Afeganistão e no mundo que o perturba. Mas é claro também que ninguém nos EUA tem interesse em que os soldados dos EUA pratiquem atos perversos e tresloucados seja onde for. A notícia desses atos evoca-me outras idênticas mas passadas dentro dos EUA, particularmente aqueles casos de cidadãos que são acometidos de qualquer impulso anormal e disparam sobre pessoas indefesas. 

É por aí que busco uma explicação: os 'americanos' estão doentes e o treino militar não é já suficiente para tratar o mal dos 'americanos': a mente pública perturbada, que se manifesta livremente há várias décadas no cinema por exemplo. 


Não há solução que passe pela repressão; proibir as pessoas de ver os filmes, ou realizadores de fazê-los, é uma patetice - como já várias vezes a história do mundo mostrou. Sabiamente os vários governos dos Estados Unidos não têm seguido por aí - ao contrário, por exemplo, da conhecida receita taliban.

Não sei qual é a solução mas, de facto, os EUA, se querem continuar as intervenções internacionais de acordo com a ONU, têm que escolher com muito mais rigor os seus soldados e apostar em unidades menos numerosas (mais eficazes também). 

O que implica não entrarem, se calhar, em tantos países. De nada serve um polícia estafado... 

No comments:

Post a Comment